Duas pessoas foram presas no âmbito de uma operação deflagrada pela Polícia Civil de Pirenópolis na terça-feira (06), cujo objetivo foi o combate à pedofilia na cidade. Estão detidos temporariamente A.S.S., pai da menor A.L.S.S., que tinha ciência dos abusos cometidos contra a própria filha e outras crianças. Também presa temporariamente R.V.R., namorada de P.R.C.P., que tinha o papel de aliciar as menores para apresentá-las a este.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Carla de Bem, após a prisão de P.R.C.P., no início de janeiro deste ano, pelo crime de estupro da menor A.L.S.S., que tem apenas nove anos de idade, a equipe da Polícia Civil de Pirenópolis descobriu um esquema de pedofilia na cidade voltado para a produção de fotografias e vídeos pornográficos com crianças. Segundo as investigações, as fotos e vídeos eram produzidos pelos comparsas investigados, havendo indícios de que os mesmos eram comercializados.

Allyson Lula de Souza