Lei de autoria da vereadora Cristina Lopes (PSDB) institui abril como o mês de conscientização da doença de Parkinson em Goiânia, com o nome Tulipa Vermelha. De acordo com a vereadora, o objetivo é debater a doença entre os profissionais da saúde e a comunidade, promovendo a reflexão sobre as inúmeras situações constrangedoras e discriminatórias vividas por pessoas com Parkinson.

Além disso, o Tulipa Vermelha visa contribuir para a prevenção da patologia, divulgando sintomas e incentivando a descoberta precoce, por meio de políticas públicas de saúde e do desenvolvimento científico e tecnológico para o tratamento.

Dentro desse programa, no próximo dia 14, às 17h15, Cristina Lopes participará do III Workshop Vibrar com Parkinson, promovido pela Universidade Federal de Goiás (UFG), no Centro e Cultura e Eventos da UFG. Ela falará sobre direitos e benefícios do paciente.

Parkinson é uma doença neurológica degenerativa, geralmente de origem desconhecida. É caracterizada pela diminuição da produção do neurotransmissor dopamina, devido à morte de neurônios dopaminérgicos, que são responsáveis pelo controle e ajuste da transmissão dos comandos conscientes para os músculos do corpo, o que compromete a coordenação dos movimentos.

Heloiza Amaral Nogueira