Um grupo de investidores liderado por Ronaldo chegou a um acordo com o atual presidente do Valladolid, Carlos Suárez, para adquirir 51% das ações do clube por cerca de 30 milhões de euros (R$ 143 milhões).

O jornal "El Norte de Castilla" publicou neste sábado os detalhes da operação. A única parte pendente é ambos os interlocutores definirem quais funções desempenharão no novo organograma do clube, mas a ideia é que Suárez continue como gestor.

Ronaldo deve ficar em um segundo plano, embora Suárez seja a favor de se tornar conselheiro e que o ex-jogador assuma a presidência.

O acordo estabelece que o pagamento dos 30 milhões de euros será feito ao longo de vários anos, com uma fórmula similar à que foi seguida pelo próprio Suárez para adquirir a maioria das ações do clube em 2011.

EFE